PÁGINA INICIAL
  Bate-Papo
  Jogos Online
  NOTÍCIAS DE CAPA
  O MUNDO
  BRASIL
  POLÍTICA
  CRESCIMENTO PESSOAL
  MEIO AMBIENTE
  BONS NEGÓCIOS
  CIDADE
  NOSSA GENTE
  CULTURA
  FOTOS DE SERRA TALHADA
  ESTUDANTES NA REDE
  CÂMARA DOS DEPUTADOS
  TRADUTOR DE LÍNGUAS
  LISTA TELEFÔNICA
  FALE CONOSCO
  LOGIN
  WEBMAIL
          SITES ÚTEIS
Genealogia Pernambucana
Site Política para Políticos
Site Gramsci
Jornal do Comércio
Concursos Públicos
Site Jurídico.com
Site Jornal Digital
Site Correio da Cidadania
Site Carta Capital
Site Caros Amigos
Site Futbrasil.com
História de Serra Talhada
Site da IstoÉ
Site Veja Online
Site O Dia
Estatística do site
Casa da Cultura Serra Talhada
Busca de CEP
Trabalhos Escolares
Rádio Cultura FM
Rádio Lider do Vale FM
Rádio Vilabela FM
Rádio Serra Talhada FM
Rádio Nova Gospel
Rádio A Voz do Sertão
PERNAMBUCO - UMA OPORTUNIDADE DE INVESTIMENTOS

Por: Site do Governo PE
O Estado de Pernambuco está localizado numa posição geográfica central e estratégica, com raio de influência de 30 milhões de consumidores na região Nordeste, estando a capital, Recife, eqüidistante de Fortaleza e Salvador, constituindo-se no centro dinâmico de distribuição de produtos e serviços da região.
UMA OPORTUNIDADE DE INVESTIMENTOS

LOCALIZAÇÃO
Ponto estratégico para mercados nacionais e internacionais

O Estado de Pernambuco está localizado numa posição geográfica central e estratégica, com raio de influência de 30 milhões de consumidores na região Nordeste, estando a capital, Recife, eqüidistante de Fortaleza e Salvador, constituindo-se no centro dinâmico de distribuição de produtos e serviços da região. Está também situado na porção mais oriental da região Nordeste do Brasil, alcançando facilmente os mercados da União Européia, do Nafta, Mercosul, África e Ásia.
A CAPITAL

RECIFE. Uma das mais importantes capitais do Brasil.

No Recife, a modernidade e a história formam uma mistura harmônica e muito charmosa. Portugueses, espanhóis, holandeses e franceses do Brasil colônia deixaram uma herança de sítios históricos, museus, monumentos e um conjunto de várias edificações de Estilo Eclético, com predominância do Neoclássico, recentemente recuperadas. Na economia, a história também está presente. Os mais de 460 anos confirmam a vocação do Recife como entreposto comercial e centro distribuidor de mercadorias e serviços para diversos estados do Norte e Nordeste. Na posição de um dos mais importantes centros urbanos do país, Recife possui o segundo maior Shopping Center do Brasil. O Centro de Conveções ocupa uma área de 25 m2 e os pólos médicos e de informática estão entre os mais desenvolvidos do país. Além disso a capital de Pernambuco disponibiliza toda a infra-estrutura para combinar negócios com cultura e laser. Quem chega ao Recife, logo encontra um variadíssimo cardápio de bares e restaurantes que formam o rico roteiro gastrônomico da cidade. A mais bem equipada rede hoteleira do Nordeste com um total de 235 hotéis equipados, completa infra-estrutura de alto nível que se oferece a todos os que chegam para fazer negócios ou a passeio.

INFRA- ESTRUTURA
Mar, terra e ar: os caminhos de Pernambuco

Conta com a melhor infra-estrutura de transportes da região, com uma malha rodoviária de 5.000 km de estradas pavimentadas, 1.000 km de ferrovias e o aeroporto de maior tráfego no Nordeste.
Base produtiva diversificada, responsável por 20% do PIB do Nordeste, além da mão-de-obra mais qualificada da região, com excelentes índices de produtividade, forte tradição industrial bem como na área de serviços.

Porto de Suape

Suape é um dos mais importantes complexos industriais e portuários das Américas, já em pleno funcionamento e está sendo estruturado para se tornar o maior porto concentrador e distribuidor de cargas do país. O que faz dele um porto estratégico para armadores e investidores de várias partes do mundo.



Situado a 45 Km ao sul da cidade do Recife, o Complexo Portuário-Industrial de Suape está apto a receber navios de grande tonelagem, com calado de 11 a 15 metros, permitindo receber navios de 170 mil TPB. Contempla área de 12,8 mil hectares, sendo 2,7 mil destinados às zonas portuária e industrial, com terminais especializados de carga/descarga para graneis líquidos e sólidos, inclusive no sistema "roll-on/roll off", pátios para armazéns e frigoríficos com área de 125 mil m2, pátio para conteineres com 21 mil m2, além de 4.0 hectares para preservação ambiental.

Estradas e Rodovias







Mapa Rodoviário de PE
Clique para ampliar

Pernambuco possui uma malha rodoviária com cerca de 41.180 Km de extensão, das quais 5.300 Km pavimentadas. conta, também, com a segunda maior frota do Nordeste. com cerca de 784.872 veículos.
A superfície do Estado é cortada, no sentido nordeste- sul, pelas principais rodovias do sistema federal o que lhe confere uma excelente articulação com os demais estados do Nordeste.

Na direção leste- oeste, destaca-se a BR 232 com um total de 553 Km de extensão, com início na cidade do Recife e final no entroncamento com a BR 316, próximo ao acesso da cidade de Parnamirim, no Sertão Pernambucano. Como medida de adequação da capacidade à sempre crescente demanda de veículos, o trecho entre Recife e São Caetano ( Veja no mapa acima) , com 150 Km, encontra-se em obra para duplicação da pista.

Aeroporto
A maior pista de pouso e decolagem do Nordeste dá asas ao crescimento de Pernambuco.

O maior e mais importante aeroporto do Estado se diferencia dos demais aeroportos brasileiros por sua privilegiada localização: fica na zona urbana da capital pernambucana e a 12 Km do centro da cidade. O Aeroporto Internacional dos Guararapes possui a maior pista de pouso de todo o Norte e Nordeste, com 3.300 m de comprimento, permitindo a operação de aeronaves de grande porte sem restrições de carga e limitação de combustível, atingindo diretamente mercados da Europa, América do Norte e Mercosul. O novo terminal de passageiros em implementação dotará a cidade do Recife de um moderno e sofisticado complexo aeroportuário, em condições de atender até 5 milhões de passageiros/ ano. As novas salas de embarque possibilitarão o atendimento de até 1.500 passageiros nos horários de maior movimento, permitindo o acesso às aeronaves através de 11 pontes de embarque.

Comunicações

Mais de 250 mil terminais instalados permitem que todos os municípios de Pernambuco possam utilizar serviços de telefonia fixa, serviços de Discagem Direta à Distância (DDD) e Discagem Direta Internacional (DDI), operando através da Telemar. Vários municípios também contam com a telefonia celular, operada por duas empresas: TIM e BCP Telecomunicações. O Estado recebe o sinal de transmissão de oito emissoras de televisão, tem ainda cerca de 80 rádios AM/FM e três jornais de grande circulação. Em fase de desenvolvimento, a Rede Pernambuco Digital vai interligar todo o território estadual através de fibra ótica e uma estrutura telemática.

Energia

Através da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), recém privatizada, o Estado de Pernambuco tem a garantia de uma distribuição de energia de ótima qualidade, reconhecida por todos os seus clientes. A Celpe é hoje a quinta melhor empresa distribuidora do país e a melhor do Nordeste. Sua área de cobertura atinge desde o arquipélago de Fernando de Noronha até o extremo sertão, atendendo 184 municípios.

PÓLOS ECONÔMICOS
Pólos de desenvolvimento: resultados de sucesso.

Informática
Alta tecnologia e mão-de-obra qualificada formam em Pernambuco o 3º maior pólo de informática do Brasil.

Pernambuco é o único Estado do Brasil a contar com um fundo para garantir linha de crédito para o setor de informática. A indústria do software no Estado movimentou, apenas no ano de 99, cerca de U$ 200 mi, o que faz de Pernambuco o terceiro maior pólo de informática do país. São mais de 250 empresas instaladas só na Região Metropolitana do Recife, onde existe uma média de 5 mil profissionais qualificados. Outros 400 entram no mercado a cada ano. O crescente desenvolvimento do setor chega ao interior. Caruaru e Petrolina já sediam projetos de empresas de informática. O Governo do Estado também está investindo R$ 33 mi no Porto Digital, projeto que consolidará o setor de Tecnoligia da Informação no Estado, através da criação de um fundo de capital de risco para empresas, um fundo de capital humano para fixar e atrair profissionais para Pernambuco, além da transferência do Centro de Informática da UFPE, incubadoras do Instituto Tecnológico de Pernambuco- ITEP, o Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife- Cesar e da construção do Centro de Negócios de Tecnologia da Informação, um prédio inteligente para onde serão transferidas 32 empresas de software. O empreendimento funcionará também como entroncamento de backbones das proncipais empresas de telecomunicações que atuam no Estado.

Médico
Tecnologia também faz de Pernambucoo segundo pólo médico do Brasil.

Concentrado na Região Metrolitana do Recife, o pólo médico pernambucano absorve 15 % da demanda por serviços de saúde de outros Estados nordestinos. Seus 320 hospitais- 147 pertencentes à rede pública e 173 de atendimento privado- e a avaçada tecnologia médica fizeram do Estado o segundo pólo do país com reconhecimento nacional e em expansão. O setor emprega cerca de 120 mil pessoas.

Industrial
Diversificação do setor industrial contribui para o desenvolvimento.

A base industrial de Pernambuco tem como característica ser a mais diversificada da região, favorecendo o surgimento de novas indústrias. Após um processo de transformação e modernização, o perfil industrial de Pernambuco tem como destaque os produtos alimentares, bebidas, metalurgia, química e minerais não metálicos. Sendo que os três primeiros gêneros respondem por 56% do total da produção, estando os outros 44% divididos entre os demais.

Artesanato em Pernambuco também é indústria

Em contraste com o seu desenvolvido parque industrial, Pernambuco também se destaca na confecção de peças artesanais e com reconhecimento mundial. No Agreste, as criações dos ceramistas fazem com que a cidade de Caruaru seja considerada pela Unesco o maior centro de arte figurativa das Américas. Pernambuco tem ainda os bordados dos municípios de Passira, Carpina e Salgadinho, as rendas de Poção e Pesqueira, a cerâmica religiosa de Tracunhaém e os tapetes de Camaragibe e Lagoa do Carro.

Gesseiro
Sertão pernambucano tem o maior pólo produtor de gesso do país.

A produção de gesso em Pernambuco atinge a marca de 1,8 milhões de toneladas por ano, o que representa 95 % de toda a produção nacional. A área, que abrange cinco municípios da região do Sertão do Araripe, dispõe de 30% de todas as reservas brasileiras do mineral, estimadas em 700 milhões de toneladas. Um total de 312 empresas geram 12 mil pontos de trabalho no Araripe. Novas tecnologias, como o sistema Carrossel, estão permitindo a expansão do setor e o aumentando de sua competitividade, reduzindo os custos finais de produção em até 23%.

Agrícola
Agricultura irrigada no sertão faz de Pernambuco um dos maiores exportadores de frutas in natura do país.

A única região semi-árida tropical do mundo está no Sertão de Pernambuco. O pólo de agricultura irrigada é responsável pelo plantio de frutas, cereais e hotaliças. O destaque é a fruticultura irrigada, que segue do Sertão pernambucano a partir de cidades como Petrolina, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista, para a Europa, Estados Unidos, Japão e Mercosul. Cercade 65% da uva de mesa produzida no país vem da região. Fatores climáticos, aliados à técnicas de irrigação, possibilitam um dos mais altos índices de produtividade que se tem conhecimento, com a obtenção de duas safras e meias anuais, empregando cerca de 30 mil pessoas na vitivinicultura. Além da uva, outras frutas como manga, melancia e banana são exportadas para mercados estrangeiros. As exportações em 99 atingiram 100 mil toneladas de fruta in natura, gerando um faturamento de U$ 70 milhões.

Turismo Diversificado
Praias, monumentos históricos, cultura e diversão: bem- vindo a Pernambuco.

Só no ano de 99, mais de 2,3 milhões turistas visitaram Pernambuco. E o Estado tem muito para mostrar. São 187 Km de praias de natureza preservada e piscinas naturais ao longo de todo o litoral, a maioria localizada a poucos quilômetros da zona urbana. O Arquipélago de Fernando de Noronha é sinônimo de paraíso ecológico. Em terra firme, a arquitetura colinial se destaca em cidades do Recife e Olinda- Patrimônio Natural e Cultural da Humanidade, declarado pela Unesco. Manifestações populares únicas, como o frevo e o maracatu, simbolizam a importância da herança cultural pernambucana. A tradição Artística também impulsiona movimentos de vanguarda, como o Mangue Beat, que tem destacado, nos cenários brasileiro e mundial, a efervescência pernambucana nas áreas de música, moda, cinema e artes plásticas. O Carnaval atrai multidões para as ruas do recife, as ladeiras de Olinda e também municípios do interior. Durante a Páscoa, o Estado inteiro se torna cenário de belíssimas manifestaçòes ligadas às tradições religiosas, inclusive com o maior espetáculo ao ar livre do mundo, a Paixão de Cristo de Fazenda Nova, encenada no Agreste. No mês de junho, há apresentações de folguedos tradicionais nas festas de Santo Antônio, São João e São Pedro. O Recifolia é um dos carnavais fora de época mais famosos do Brasil. Vários outros festivais culturais, como o Circuito do Frio e o Abril Pro Rock, também movimentam o calendário das celebrações pernambucanas.

Site do Governo PE

© Copyright  Mário Olímpio 2003-2014
INDEXBrasil - Serviços de Internet.
Todos os direitos reservados, permitida a cópia de
conteúdos, desde que divulgada a fonte.
e-mail:redacao@serratalhada.net