PÁGINA INICIAL
  Bate-Papo
  Jogos Online
  NOTÍCIAS DE CAPA
  O MUNDO
  BRASIL
  POLÍTICA
  CRESCIMENTO PESSOAL
  MEIO AMBIENTE
  BONS NEGÓCIOS
  CIDADE
  NOSSA GENTE
  CULTURA
  FOTOS DE SERRA TALHADA
  ESTUDANTES NA REDE
  CÂMARA DOS DEPUTADOS
  TRADUTOR DE LÍNGUAS
  LISTA TELEFÔNICA
  FALE CONOSCO
  LOGIN
  WEBMAIL
          SITES ÚTEIS
Genealogia Pernambucana
Site Política para Políticos
Site Gramsci
Jornal do Comércio
Concursos Públicos
Site Jurídico.com
Site Jornal Digital
Site Correio da Cidadania
Site Carta Capital
Site Caros Amigos
Site Futbrasil.com
História de Serra Talhada
Site da IstoÉ
Site Veja Online
Site O Dia
Estatística do site
Casa da Cultura Serra Talhada
Busca de CEP
Trabalhos Escolares
Rádio Cultura FM
Rádio Lider do Vale FM
Rádio Vilabela FM
Rádio Serra Talhada FM
Rádio Nova Gospel
Rádio A Voz do Sertão
Banda Tribo de Jah

Por: Tribo de Jah
Quatro músicos cegos e um quinto músico com visão parcial se conheceram e começaram a desenvolver o gosto pela música

A história da banda Tribo de Jah iniciou-se na Escola de Cegos do Maranhão. Lá onde viviam em regime de internato, improvisando instrumentos e descobrindo timbres e acordes. Posteriormente passaram a realizar shows nos bailes populares da capital (São Luiz) e outras cidades do interior do estado fazendo covers de seresta, reggae e lambada. Foi neste momento que surgiu o radialista Fauzi Beydoun, nascido em São Paulo, filho de italianos com libaneses, que já havia morado três anos na Costa do Marfim (África), grande aficionado pela cultura reggae a qual era efervescente em São Luis nos anos 80, e que se tornou um fenômeno quase inexplicável nas terras brasileiras do Maranhão, invadindo inicialmente os guetos para depois tomar toda cidade, o interior do estado e até os estados vizinhos.

O reggae viria marcar profundamente a já tão forte e original cultura maranhense, contestado por uma minoria de intelectuais conservadores e abraçado pela grande massa, que por meio desse estilo musical daria o título de "JAMAICA BRASILEIRA" à capital do Maranhão. Centenas de clubes de reggae com suas "radiolas" (potentes equipamentos de som que se encarregavam de divulgar o ritmo quando ainda não era tocado nas rádios) e depois diversos programas de rádios que finalmente viriam aderir o mesmo em busca de audiência justificariam largamente o título conquistado.

Foi neste cenário que a Tribo de Jah deu a partida para difundir o seu reggae roots até os ossos, com suas mensagens de amor e paz, políticas sociais e divinas. Após sucesso conquistado no Brasil com shows que partiram de Belém a Porto Alegre, passando pelo Canecão e Metropolitam no Rio e no Palace e Olímpia em São Paulo eles partem para uma série de turnês pelo exterior participando de festivais como: Festival “Bob Marley Day” em Los Angeles e San Diego, no Festival Paris-Bercy na França e o Rototon Sunsplash na Itália, e também fez duas apresentações realmente aclamadas no Festival de Jazz de Montreux, na Suíça e no principal palco do reggae mundial - REGGAE SUNSPLASH FESTIVAL JAMAICA 95, além de passar por cidades como Nova Iorque, Tókio e Buenos Aires. A Tribo de Jah passou também por países inusitados onde o grupo jamais imaginou chegar, como Cabo Verde na África e Guiana Francesa. Recentemente a Tribo apresentou dois shows em Londres com os ingressos esgotados antecipadamente para as duas noites que marcaram o pré-lançamento de seu cd para o mercado internacional.


Tribo lança oficialmente seu cd em inglês

Prestes a completar 20 anos de estrada aproveitam a boa repercussão de seu trabalho no exterior e se preparam agora para inovar mais uma vez, lançando simultaneamente um CD em português, com o título de “The Babylon Inside” (a faixa titulo é em inglês), e um em inglês “Love To The World, Peace To The People”.

A Tribo produz música para o mundo. Prova disso é que o último cd intitulado “In Version” foi gravado na Suíça durante uma turnê de três meses da banda no exterior. Há alguns anos atrás o grupo gravou um cd na Califórnia com os músicos da banda de “Peter Tosh”. Esse cd para quem não lembra se chamou “Reggae'n Blues”. Somado a esse histórico internacional existe uma expectativa natural de investir cada vez mais no mercado externo, apesar da já sólida carreira conquistada no Brasil.

Esses dois CDs trazem em comum 3 canções que foram compostas originalmente em inglês, além da faixa “The Little You Do”, que no cd “The Babylon Inside” obteve uma versão para o português com o título de "O Pouco A Fazer".

São, no entanto, dois grandes álbuns com mais de 13 canções cada um refletindo um momento muito intenso e especial da banda que mostra indiscutivelmente a sua melhor forma. O dois CDs estão à venda nas principais lojas do país e também no site oficial www.tribodejah.com.br .


Integrantes Tribo de Jah
Fauzi Beydoun
Guitarra base, Vocalista e Compositor
Francisco Guilherme dos Santos
Tecladista
José Orlando Mendes da Silva
vocalista e percussão
Aquiles Rabelo Filho
Baixista
João Rodrigues
Baterista
Marlon Siqueira
Guitarra- solo


Márcia Stival - Assessora de Imprensa
Fones/Fax: 11 3205 4651/3532 1285/8122 5651/Nextel: 135*2807
imprensa@consultordeempresas.com.br / easysoluctions@hotmail.com
© Copyright  Mário Olímpio 2003-2014
INDEXBrasil - Serviços de Internet.
Todos os direitos reservados, permitida a cópia de
conteúdos, desde que divulgada a fonte.
e-mail:redacao@serratalhada.net