PÁGINA INICIAL
  Bate-Papo
  Jogos Online
  NOTÍCIAS DE CAPA
  O MUNDO
  BRASIL
  POLÍTICA
  CRESCIMENTO PESSOAL
  MEIO AMBIENTE
  BONS NEGÓCIOS
  CIDADE
  NOSSA GENTE
  CULTURA
  FOTOS DE SERRA TALHADA
  ESTUDANTES NA REDE
  CÂMARA DOS DEPUTADOS
  TRADUTOR DE LÍNGUAS
  LISTA TELEFÔNICA
  FALE CONOSCO
  LOGIN
  WEBMAIL
          SITES ÚTEIS
Genealogia Pernambucana
Site Política para Políticos
Site Gramsci
Jornal do Comércio
Concursos Públicos
Site Jurídico.com
Site Jornal Digital
Site Correio da Cidadania
Site Carta Capital
Site Caros Amigos
Site Futbrasil.com
História de Serra Talhada
Site da IstoÉ
Site Veja Online
Site O Dia
Estatística do site
Casa da Cultura Serra Talhada
Busca de CEP
Trabalhos Escolares
Rádio Cultura FM
Rádio Lider do Vale FM
Rádio Vilabela FM
Rádio Serra Talhada FM
Rádio Nova Gospel
Rádio A Voz do Sertão
O MEU TORRÃO

Por: ZEER WICENNY-08
Me lembro onde me criei.
O MEU TORRÃO

Me lembro onde me criei,
Terra que me faz lembrar.
De quando era pequeno.
Tem muito a me recordar.


Hoje só resta saudades,
Dos tempos que ali vivi.
Tenho saudades da escola,
Foi lá onde muito aprendi.

Me lembro dos meus professores,
São recordações sem fim.
Me ensinaram o bom viver,
Pra estrada eu partir.

São recordações de colegas,
Que outros caminhos seguiram.
Mas só resta as lembranças,
De um tempo que não volta mais.

Só me resta a recoradar
E de estréia e matinês,
Dos grandes filmes cauboy.
E de nosso maços gibis.

Me lembro do padre jesus,
Que às vezes repelia.
Mulheres com saias justas.
Ele sempre as repreendia.

Me lembro do inspetor nogueira,
Que a gente ele servia.
Nos dava muitos conselhos,
Pra nossa vida,valia.

Me lembro do campo da vázea,
Onde toda tarde a bola corria.
E depois daquela tarde,
O rio pajeú nos esperaria.

Me lembro do cine plaza.
Onde bons filmes nós assistia.
E também do cine arte,
Onde era aquela alegria.

Me lembro também do açúde cachoeira,
Que no inverno tomávamos banho todo dia.
Era muita água o açúdea sangrando,
E muitos peixes,nós pescando,


Eu também me lembro da praça,
Onde muitas noites se deslumbramos,
De ver tanta meninas bonitas,
E nós ali naquele momento só espiando.

Quando setembro chegava,
Logo os tambores ia afinando.
Era a festa da padroeira,
Onde nós íamos tocando.


Era o dia mais festejado da festa,
Quando nós íamos desfilando.
O povo todo na rua a ver o desfile,
E nós com orgulho marchando.

Eram os três colégios da cidade,
Industrial,colégio das freiras,
E colégio Cônego torres,
Eram os três a disputar.

O prof.Laercio,o diretor,
Homem culto a lhe dar,
Tinha muita paciência.
A escola a administrar.

Vivemos muito tempo a lembar,
Da nossa serra talhada,
Dos tempos de juventude,
Que só nos faz recordar.


ZEER WICENNY-08







© Copyright  Mário Olímpio 2003-2014
INDEXBrasil - Serviços de Internet.
Todos os direitos reservados, permitida a cópia de
conteúdos, desde que divulgada a fonte.
e-mail:redacao@serratalhada.net