PÁGINA INICIAL
  Bate-Papo
  Jogos Online
  NOTÍCIAS DE CAPA
  O MUNDO
  BRASIL
  POLÍTICA
  CRESCIMENTO PESSOAL
  MEIO AMBIENTE
  BONS NEGÓCIOS
  CIDADE
  NOSSA GENTE
  CULTURA
  FOTOS DE SERRA TALHADA
  ESTUDANTES NA REDE
  CÂMARA DOS DEPUTADOS
  TRADUTOR DE LÍNGUAS
  LISTA TELEFÔNICA
  FALE CONOSCO
  LOGIN
  WEBMAIL
          SITES ÚTEIS
Genealogia Pernambucana
Site Política para Políticos
Site Gramsci
Jornal do Comércio
Concursos Públicos
Site Jurídico.com
Site Jornal Digital
Site Correio da Cidadania
Site Carta Capital
Site Caros Amigos
Site Futbrasil.com
História de Serra Talhada
Site da IstoÉ
Site Veja Online
Site O Dia
Estatística do site
Casa da Cultura Serra Talhada
Busca de CEP
Trabalhos Escolares
Rádio Cultura FM
Rádio Lider do Vale FM
Rádio Vilabela FM
Rádio Serra Talhada FM
Rádio Nova Gospel
Rádio A Voz do Sertão
Agricultura ainda impulsiona balança

Por: O Globo
O agronegócio continua sendo a principal mola propulsora da balança comercial brasileira tanto do ponto de vista das exportações como das importações.
O Globo

Publicado em: 13/04/2004

Agricultura ainda impulsiona balança
Eliane Oliveira


O agronegócio continua sendo a principal mola propulsora da balança comercial brasileira tanto do ponto de vista das exportações como das importações. Segundo técnicos do governo e especialistas do setor privado, o forte salto das compras externas de adubos e fertilizantes, devido à expansão das fronteiras agrícolas brasileiras, e a crescente demanda por produtos alimentícios no mercado internacional, especialmente de países como a China, têm mantido em alta o comércio exterior brasileiro. Somente na segunda semana de abril, o superávit foi de US$ 468 milhões.

As exportações, que atingiram US$ 1,455 bilhão, aumentaram 18,5% em relação ao mesmo mês de 2003. As importações, que totalizaram US$ 987 milhões, subiram 21,5% na mesma comparação.

Safra de inverno anima a compra de insumos

Cresceram os embarques de praticamente todas as categorias de produtos: industrializados e básicos, com destaque para soja, óleo de soja, carne bovina e de frango, café, milho, camarão, veículos, tratores e açúcar. Do lado das importações, destacaram-se maiores gastos com adubos e fertilizantes, que aumentaram 49,2%, o que indica a aposta dos produtores rurais brasileiros em uma safra maior de inverno, principalmente de trigo.

— A produção agropecuária está em expansão e o efeito líquido na balança comercial brasileira é extremamente positivo, pois há uma situação de oferta e demanda bastante ajustada — afirmou o chefe do departamento de Comércio Exterior da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Antônio Donizete Beraldo.

Ele citou como exemplo a grande procura por produtos básicos pela China, um dos maiores consumidores de oleaginosos do mundo.

— A demanda é crescente e os preços das commodities estão elevados — disse Beraldo.

No mês, há superávit de US$ 587 milhões, resultado de US$ 2,030 bilhões em exportações e US$ 1,454 bilhão em importações. No ano, a balança apresenta saldo positivo acumulado de US$ 6,746 bilhões. Desde janeiro, as vendas externas cresceram 27% em comparação ao mesmo período de 2003, e as compras externas tiveram acréscimo de 17,6%. Só na semana passada, a média diária exportada foi de US$ 338,3 milhões e a média importada, de US$ 242,3 milhões.



© Copyright  Mário Olímpio 2003-2014
INDEXBrasil - Serviços de Internet.
Todos os direitos reservados, permitida a cópia de
conteúdos, desde que divulgada a fonte.
e-mail:redacao@serratalhada.net