PÁGINA INICIAL
  Bate-Papo
  Jogos Online
  NOTÍCIAS DE CAPA
  O MUNDO
  BRASIL
  POLÍTICA
  CRESCIMENTO PESSOAL
  MEIO AMBIENTE
  BONS NEGÓCIOS
  CIDADE
  NOSSA GENTE
  CULTURA
  FOTOS DE SERRA TALHADA
  ESTUDANTES NA REDE
  CÂMARA DOS DEPUTADOS
  TRADUTOR DE LÍNGUAS
  LISTA TELEFÔNICA
  FALE CONOSCO
  LOGIN
  WEBMAIL
          SITES ÚTEIS
Genealogia Pernambucana
Site Política para Políticos
Site Gramsci
Jornal do Comércio
Concursos Públicos
Site Jurídico.com
Site Jornal Digital
Site Correio da Cidadania
Site Carta Capital
Site Caros Amigos
Site Futbrasil.com
História de Serra Talhada
Site da IstoÉ
Site Veja Online
Site O Dia
Estatística do site
Casa da Cultura Serra Talhada
Busca de CEP
Trabalhos Escolares
Rádio Cultura FM
Rádio Lider do Vale FM
Rádio Vilabela FM
Rádio Serra Talhada FM
Rádio Nova Gospel
Rádio A Voz do Sertão
10º PLANETA

Por: David Whitehouse
Astrônomos dizem ter localizado 10º planeta do sistema solar
Astrônomos dizem ter localizado 10º planeta do sistema solar

David Whitehouse

Corpo celeste foi encontrado pelo telescópio espacial Spitzer
Astrônomos do Instituto de Tecnologia da Califórnia afirmaram ter detectado o que pode ser o décimo planeta do sistema solar.
Encontrado a uma grande distância dos outros planetas pelo telescópio espacial Spitzer, lançado recentemente, o novo planeta foi batizado como Sedna – nome da deusa dos oceanos dos inuit.

Observações indicam que o planeta pode ter um diâmetro de 2 mil quilômetros ou pode ser maior do que Plutão, que tem um diâmetro de 2,25 mil quilômetros.

O anúncio deve estimular um debate para determinar se Sedna pode ser realmente classificado como um planeta. Alguns astrônomos já afirmam que a descoberta redefine o sistema solar.

Um grupo de astrônomos acredita que Plutão não é um planeta de verdade, mas apenas um dos maiores dentro do grande número de corpos celestes pequenos na parte externa do sistema solar.

Plutão

Sedna também foi identificado pelo telescópio espacial Hubble. A Nasa, agência espacial americana, deve anunciar nesta segunda-feira detalhes sobre a descoberta.

O novo planeta é o maior corpo celeste encontrado orbitando o Sol desde a descoberta de Plutão, em 1930.

Sedna foi encontrado durante uma pesquisa liderada por Michael Brown, do Instituto de Tecnologia da Califórnia.

Os cientistas estão apenas na metade de um projeto de investigação programado para três anos.

Cálculos preliminares sugerem que o planeta está a 10 bilhões de quilômetros da Terra, em uma região do espaço conhecida como Cinturão de Kuiper.

O Cinturão de Kuiper contém centenas de objetos conhecidos, e os astrônomos acreditam que há muitos mais para serem descobertos.

Rocha e gelo

A maioria dos corpos celestes são pequenos mundos de rocha e gelo, mas alguns, como Sedna, podem ser maiores do que Plutão.

A importância de Sedna é que se trata do primeiro corpo celeste desse tipo descoberto em sua órbita normal.

Outros, como Quaoar e Varuna, são semelhantes, mas menores, e, embora sejam originários do Cinturão de Kuiper, foram impulsionados a diferentes órbitas.

Depois da descoberta do corpo celeste, os astrônomos no Observatório de Tenagra, no Estado americano do Arizona, receberam pedidos para fornecer informações sobre a posição dele, para que se possa determinar uma órbita para Sedna.


© Copyright  Mário Olímpio 2003-2014
INDEXBrasil - Serviços de Internet.
Todos os direitos reservados, permitida a cópia de
conteúdos, desde que divulgada a fonte.
e-mail:redacao@serratalhada.net