PÁGINA INICIAL
  Bate-Papo
  Jogos Online
  NOTÍCIAS DE CAPA
  O MUNDO
  BRASIL
  POLÍTICA
  CRESCIMENTO PESSOAL
  MEIO AMBIENTE
  BONS NEGÓCIOS
  CIDADE
  NOSSA GENTE
  CULTURA
  FOTOS DE SERRA TALHADA
  ESTUDANTES NA REDE
  CÂMARA DOS DEPUTADOS
  TRADUTOR DE LÍNGUAS
  LISTA TELEFÔNICA
  FALE CONOSCO
  LOGIN
  WEBMAIL
          SITES ÚTEIS
Genealogia Pernambucana
Site Política para Políticos
Site Gramsci
Jornal do Comércio
Concursos Públicos
Site Jurídico.com
Site Jornal Digital
Site Correio da Cidadania
Site Carta Capital
Site Caros Amigos
Site Futbrasil.com
História de Serra Talhada
Site da IstoÉ
Site Veja Online
Site O Dia
Estatística do site
Casa da Cultura Serra Talhada
Busca de CEP
Trabalhos Escolares
Rádio Cultura FM
Rádio Lider do Vale FM
Rádio Vilabela FM
Rádio Serra Talhada FM
Rádio Nova Gospel
Rádio A Voz do Sertão
BIODIESEL

Por: GL Consultoria de Desenvolvimento - Getúlio Lamartine
A vantagem da mamona é que ela se adapta bem ao semi-árido
Data da publicação: 27/10/2004


BIODIESEL

O biodiesel é palavra que se encontra na ordem do dia. O Presidente Lula, através de recente medida provisória, pôs o biodiesel entre os produtos incluídos nas funções exercidas pela Petrobras, entre os quais estavam petróleo, gás e álcool motor.

Apesar de muito se falar sobre o tema no Brasil, existem países que estão na frente. A França já mistura 5% de óleo de origem vegetal no diesel de petróleo. A Alemanha já dispõe de uma rede de postos de distribuição que vendem óleo de colza. Nos Estados Unidos, a legislação de muitos estados já autoriza a mistura de óleo vegetal no diesel.

O motor diesel funciona com óleo de praticamente qualquer origem, inclusive animal. Mas os recomendados são os óleos vegetais.

Há cerca de vinte anos o assunto esteve sendo muito discutido no Brasil e naquela época considerava-se o azeite de dendê como o que melhores qualificações apresentava, mas hoje fala-se muito na mamona, por ter um teor de gordura de 45%, e no girassol, com 40%. A soja cai para 25%.

A vantagem da mamona é que ela se adapta bem ao semi-árido e poderia ser desenvolvida por agricultores familiares, certamente organizados em cooperativas. E já há tradição de cultivo da mamona no Nordeste.

O biodiesel certamente terá que ser adotado no futuro, pela carência do petróleo e pelo novo patamar de preço deste combustível.

As principais vantagens que se apontam na adoção do biodiesel no Brasil são as seguintes:

· É uma fonte renovável de energia;

· Reduz significativamente as emissões poluentes. É isento de enxofre. Na forma pura, reduz em até 78% as emissões de gás carbônico (CO2) e em 90% o lançamento de fumaça no ar, comparando-se com o diesel petrolífero.

· Com a mistura de 2%, 1,8 milhão de toneladas de CO2 deixariam de ser lançadas na atmosfera.

· Contribui para a redução da dependência externa de petróleo. A mistura de 2% de biodiesel ao diesel petrolífero reduzirá em cerca de US$ 500 milhões o gasto com importação desse combustível.

· É produzido a partir de qualquer óleo vegetal. Até óleos de frituras podem ser usados.

· Cada hectare plantado com mamoneira dá emprego a uma pessoa e cerca de 500 litros de biodiesel. Na mesma área, em consórcio, pode-se produzir até mil quilos de feijão.

O Brasil consome anualmente 38 bilhões de litros de óleo diesel, dos quais 6 bilhões são importados. O diesel importado custa ao país cerca de 1 bilhão de dólares anualmente.

O biodiesel tem preço superior ao diesel de petróleo, mas a mistura de uma pequena parcela, com pouco impacto no preço, poderá ser o começo de um programa que deverá avançar nas próximas décadas.

© Copyright  Mário Olímpio 2003-2014
INDEXBrasil - Serviços de Internet.
Todos os direitos reservados, permitida a cópia de
conteúdos, desde que divulgada a fonte.
e-mail:redacao@serratalhada.net