PÁGINA INICIAL
  Bate-Papo
  Jogos Online
  NOTÍCIAS DE CAPA
  O MUNDO
  BRASIL
  POLÍTICA
  CRESCIMENTO PESSOAL
  MEIO AMBIENTE
  BONS NEGÓCIOS
  CIDADE
  NOSSA GENTE
  CULTURA
  FOTOS DE SERRA TALHADA
  ESTUDANTES NA REDE
  CÂMARA DOS DEPUTADOS
  TRADUTOR DE LÍNGUAS
  LISTA TELEFÔNICA
  FALE CONOSCO
  LOGIN
  WEBMAIL
          SITES ÚTEIS
Genealogia Pernambucana
Site Política para Políticos
Site Gramsci
Jornal do Comércio
Concursos Públicos
Site Jurídico.com
Site Jornal Digital
Site Correio da Cidadania
Site Carta Capital
Site Caros Amigos
Site Futbrasil.com
História de Serra Talhada
Site da IstoÉ
Site Veja Online
Site O Dia
Estatística do site
Casa da Cultura Serra Talhada
Busca de CEP
Trabalhos Escolares
Rádio Cultura FM
Rádio Lider do Vale FM
Rádio Vilabela FM
Rádio Serra Talhada FM
Rádio Nova Gospel
Rádio A Voz do Sertão
Astrônomos descobrem 'mundo de gelo' além de Plutão

Por: David Whitehouse
O Cinturão de Kuiper (CP)é uma região habitada por pequenos “mundos” de gelo e rochas.
Astrônomos descobrem 'mundo de gelo' além de Plutão

David Whitehouse



O 2004 DW está no centro da imagem
Astrônomos encontraram um grande "mundo" de gelo e rochas orbitando o Sol, mais distante que Plutão, o planeta mais distante do Sistema Solar.
Observações iniciais sugerem que ele deve ter até 1.800 km de diâmetro, tornando-se o maior corpo, além de um planeta, a orbitar o Sol.

Batizado de 2004DW, ele foi descoberto no dia 17 de fevereiro por um telescópio na Califórnia, Estados Unidos.

Desde 1992, cerca de 800 corpos celestes foram encontrados orbitando o Sol, sendo que cinco deles teriam mais de mil km de diâmetro.

Mundos de gelo e rocha

O 2004DW foi detectado pelo mesmo time que descobriu o Quaoar, em 2002, o maior objeto espacial descoberto desde Plutão, em 1930, medindo 2.300 km de raio.

Com um tamanho estimado entre 840 e 1.800 km, ele pode ser maior que Quaoar, que deve ter entre 1.000 km e 1.400 km de raio.

2002 DW poderia ser maior até do que a lua de Plutão, Charon, que tem 1.300 km de raio. Ele tem uma órbita muito maior do que a de Plutão, sendo em média 2.4 bilhões de km maior.

Astrônomos acreditam que existam ainda muitos mais dos chamados Objetos do Cinturão de Kuiper a serem descobertos no Sistema Solar.

O Cinturão de Kuiper (CP)é uma região habitada por pequenos “mundos” de gelo e rochas. É parecida em muitos aspectos com o Cinturão de Asteróides, uma área de resíduos rochosos entre Marte e Júpiter.

Não é um planeta

O CP, no entanto, contém cem vezes mais material do que todos os asteróides juntos.

Os astrônomos ressaltam que o 2002 DW não é um planeta. Embora tenha um pouco mais do que metade do tamanho de Plutão, existem outros objetos de tamanhos parecidos que não se enquadram na definição utilizada para planeta.

Isso não significa que não possível encontrar outro planeta. Especialistas acreditam, que pode haver outro objeto de tamanho parecido com o de Plutão à espera de ser descoberto.

2002 DW pode ser o que se chama de “Plutino”, que são objetos com uma órbita ao redor do Sol relacionada com a de Plutão.

Revisando arquivos, os astrônomos descobriram que já haviam registrado o objeto em imagens tiradas em 2002. Eles partem agora para determinar a sua órbita.

Fonte:BBC


© Copyright  Mário Olímpio 2003-2014
INDEXBrasil - Serviços de Internet.
Todos os direitos reservados, permitida a cópia de
conteúdos, desde que divulgada a fonte.
e-mail:redacao@serratalhada.net