PÁGINA INICIAL
  Bate-Papo
  Jogos Online
  NOTÍCIAS DE CAPA
  O MUNDO
  BRASIL
  POLÍTICA
  CRESCIMENTO PESSOAL
  MEIO AMBIENTE
  BONS NEGÓCIOS
  CIDADE
  NOSSA GENTE
  CULTURA
  FOTOS DE SERRA TALHADA
  ESTUDANTES NA REDE
  CÂMARA DOS DEPUTADOS
  TRADUTOR DE LÍNGUAS
  LISTA TELEFÔNICA
  FALE CONOSCO
  LOGIN
  WEBMAIL
          SITES ÚTEIS
Genealogia Pernambucana
Site Política para Políticos
Site Gramsci
Jornal do Comércio
Concursos Públicos
Site Jurídico.com
Site Jornal Digital
Site Correio da Cidadania
Site Carta Capital
Site Caros Amigos
Site Futbrasil.com
História de Serra Talhada
Site da IstoÉ
Site Veja Online
Site O Dia
Estatística do site
Casa da Cultura Serra Talhada
Busca de CEP
Trabalhos Escolares
Rádio Cultura FM
Rádio Lider do Vale FM
Rádio Vilabela FM
Rádio Serra Talhada FM
Rádio Nova Gospel
Rádio A Voz do Sertão
Marco Maciel é eleito novo imortal da ABL

Por: Terra Notícias - Redação Terra
A última eleição da Academia Brasileira de Letras em 2003 escolheu na tarde desta quinta-feira o político Marco Maciel.
Fonte: Terra Notícias - Redação Terra
Data da publicação: 18/12/2003


Marco Maciel é eleito novo imortal da ABL


A última eleição da Academia Brasileira de Letras em 2003 escolheu na tarde desta quinta-feira o político Marco Maciel, 63, para ocupar a cadeira 39, que foi do jornalista e empresário Roberto Marinho.
Marco Maciel venceu seu adversário mais forte, Fernando Morais, por 28 votos a 9.
A eleição reuniu 13 candidatos, um recorde de muitos anos. Além de Maciel e Morais, concorriam Laurita Mourão, Gilmar Aparecido Cardoso, João Batista do Espírito Santo, Nelson Valente, Andréa Borba, Heloneida Studart, Paulo Hirano, Waldemar Cláudio dos Santos, Fernão Avelino, Elma Queiroz Bello e Blasco Peres Rego.

Os favoritos eram o senador Marco Maciel (PFL-PE), que nunca perdeu uma eleição desde seus tempos de estudante de Direito no Recife, e o escritor e jornalista Fernando Morais, que traz no currículo best-sellers, como Olga e Chatô, o Rei do Brasil. Maciel foi o eleito.

Marco Maciel publicou quatro livros entre entre 1987 e 1992: Vocação e Compromisso, Idéias Liberais e Realidade, Liberalismo e Justiça Social e Educação e Liberalismo.

O eleito aguardou o resultado da eleição no Hotel Glória, um dos mais tradicionais hoteis do Rio de Janeiro, com um coquetel já preparado, na companhia da mulher, Anna Maria.

O novo imortal já era Membro da Academia Pernambucana de Letras e Membro da Academia Brasileira de Ciências Morais e Políticas. Foi Governador do Estado de Pernambuco de 1979 a 1982; Senador da República de 1983 a 1990; Ministro de Estado da Educação e Cultura de 1985 a 1986; Ministro-Chefe do Gabinete Civil da Presidência da República de 1986 a 1987; Novamente eleito Senador para o período de 1991 a 1999, renunciando ao restante do mandato de 1995 a 1998, em virtude de haver sido eleito Vice-Presidente da República para o quadriênio 1995 a 1998; Reeleito Vice-Presidente da República para o quadriênio 1999/2002; Atualmente exerce mandato de Senador por Pernambuco de 2003 a 2011.


© Copyright  Mário Olímpio 2003-2014
INDEXBrasil - Serviços de Internet.
Todos os direitos reservados, permitida a cópia de
conteúdos, desde que divulgada a fonte.
e-mail:redacao@serratalhada.net