PÁGINA INICIAL
  Bate-Papo
  Jogos Online
  NOTÍCIAS DE CAPA
  O MUNDO
  BRASIL
  POLÍTICA
  CRESCIMENTO PESSOAL
  MEIO AMBIENTE
  BONS NEGÓCIOS
  CIDADE
  NOSSA GENTE
  CULTURA
  FOTOS DE SERRA TALHADA
  ESTUDANTES NA REDE
  CÂMARA DOS DEPUTADOS
  TRADUTOR DE LÍNGUAS
  LISTA TELEFÔNICA
  FALE CONOSCO
  LOGIN
  WEBMAIL
          SITES ÚTEIS
Genealogia Pernambucana
Site Política para Políticos
Site Gramsci
Jornal do Comércio
Concursos Públicos
Site Jurídico.com
Site Jornal Digital
Site Correio da Cidadania
Site Carta Capital
Site Caros Amigos
Site Futbrasil.com
História de Serra Talhada
Site da IstoÉ
Site Veja Online
Site O Dia
Estatística do site
Casa da Cultura Serra Talhada
Busca de CEP
Trabalhos Escolares
Rádio Cultura FM
Rádio Lider do Vale FM
Rádio Vilabela FM
Rádio Serra Talhada FM
Rádio Nova Gospel
Rádio A Voz do Sertão
Deus é Ciência

Por: Paiva Netto
O que vem de Deus é ciência.
Deus é Ciência

O que vem de Deus é ciência. Há tempos, comentamos que todos os ramos do saber universal compõem ciência divina. Como veremos em outra oportunidade, religião é ciência, ciência é religião, porque ambas devem honrar a ciência moral, que tem pelas criaturas o mais elevado respeito, não as considerando instrumental para fanatização nem reles cobaias. O pensamento altamente sectário, que ainda a tanta gente infelicita, sustenta rancores que ensombrecem os olhos da alma de geniais cerebrações, que, aliadas, muito mais poderiam fazer pelos povos sequiosos de um mundo melhor, os quais tanto delas precisam. É fundamental afastar o tabu de que fé religiosa esteja restrita aos tolos e radicais e a ciência seja abrigo apenas dos que possuem intelecto aguçado, conquanto que, de preferência, distantes do sentimento que liga a razão ao espírito imortal. Convém ressaltar que racionalidade em demasia, sem o amparo do coração, promove, por exemplo, soluções econômicas que a uns privilegiam e aos demais destroem.
Em “Dialética da Boa Vontade”, 1987, escrevemos: Muita aberração catalogada na História como de autoria do Criador do Universo nada mais é do que projeções do deus antropomorfo, gerado pelo homem para satisfazer aos seus proveitos. São, portanto, as próprias deficiências humanas, alçadas à condição de divindade.
A existência terrena particulariza renovação constante. O desenrolar dos fatos para alguns é um susto, já aos modestos – diante da espiritualidade superior ou da solidariedade sem fronteiras – eles se encaixarão de forma perfeita.

Verdade verdadeira
Meditando a respeito do urgente papel da ciência no deslindamento de nossa vida incorpórea, faz-se necessário alcançar que, enquanto certos pesquisadores negam uma realidade, alicerçados nos parâmetros que julgam inquestionáveis, seus pontos de vista, talvez prematuros, podem tornar-se verdade irredutível aos que têm a palavra deles como instância derradeira, causando os mais terríveis prejuízos ao progresso, até que a própria ciência, apoiada em novos fundamentos, venha desmenti-los. É evidente que não é ela que se desdiz, porém alguns dos seus cultores, por mais bem avaliados que sejam pela opinião de seus pares. Certa ocasião, durante palestra, em 29/10/05, ponderamos que a ciência é infalível, os cientistas não.
José de Paiva Netto - Jornalista, radialista e escritor.
paivanetto@uol.com.br

© Copyright  Mário Olímpio 2003-2014
INDEXBrasil - Serviços de Internet.
Todos os direitos reservados, permitida a cópia de
conteúdos, desde que divulgada a fonte.
e-mail:redacao@serratalhada.net